Conjuntivite em Recem-nascidos: Causas Sintomas e Tratamento

É definida como uma conjuntivite do recém-nascido que apresenta pus. Surge no primeiro mês de vida, usualmente contraída durante o seu nascimento, a partir do contato com secreções genitais maternas contaminadas. A oftalmia neonatal pode levar à cegueira, especialmente quando causada pela N. gonorrhoeae. Os agentes etiológicos mais importantes são: Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis.

Sinais e Sintomas

Geralmente o recém-nascido é trazido ao serviço de saúde por causa de eritema e inchaço das pálpebras, e/ou existência de secreção nos olhos. Conjuntivite severa que se desenvolva na primeira semana de vida é, mais provavelmente, de origem gonocócica. A conjuntivite por clamídia é bem menos severa, e o seu período de incubação varia de 5 a 14 dias.
Os achados objetivos incluem:

– secreção, que pode ser purulenta;
– eritema e edema da conjuntiva; e
– edema e eritema das pálpebras.

Prevenção

A profilaxia ocular, no período neonatal, deve ser feita rotineiramente com:
– Nitrato de prata a 1% (Método de Credè), aplicação única, na 1ª hora após o nascimento,

Tratamento

Estando disponível apenas o diagnóstico clínico, toda oftalmia neonatal deve receber tratamento para gonococo (principalmente) e clamídia. A mãe e seu(s) parceiro(s) devem sempre ser tratados para gonorréia e infecção por clamídia, e serem submetidos a exame genital e exame sorológico para sífilis e anti-HIV, após aconselhamento.
A oftalmia neonatal pode ser classificada como gonocócica ou não gonocócica. Quando houver condições para o estabelecimento desse diagnóstico pelo esfregaço corado (azul de metileno ou Gram), deve-se fazer o tratamento específico.

Tratamento da oftalmia neonatal gonocócica


A oftalmia gonocócica precisa ser tratada imediatamente, para prevenir dano ocular. A conjuntivite pode ser, também, um marcador de uma infecção neonatal generalizada.
– Devem ser instituídos procedimentos de isolamento do caso, quando em instituições, para prevenir a transmissão da infecção, terapia específica.

Gostou? Leia Também:  Queimaduras, como tratar

Tratamento da oftalmia neonatal não gonocócica


Não há evidência de que a terapia tópica ofereça benefício adicional, neste caso.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*